Semana do Cérebro começa nesta segunda-feira, 19

Por Marcelha Pereira

A tradicional Semana do Cérebro que ocorre todo ano no Rio Grande do Norte, dentro da programação nacional do evento, pelo Instituto do Cérebro (ICe/UFRN) acontece este ano de forma online, devido a pandemia. Com o tema Mulheres na neurociência: singulares e altamente conectadas, o formato online do evento começa nesta segunda-feira, 19, através do canal do YouTube do ICe e por meio do canal do Centro Estadual de Educação Profissional Professora Lourdinha Guerra, em Parnamirim.

Acontecendo há nove anos em todo o Brasil, a Semana Nacional do Cérebro (SNC) é espaço de discussão sobre os avanços das pesquisas em desenvolvimento nas Neurociências, mas também para aproximar a população deste tema. É promovida em todo o Brasil pela Sociedade Brasileira de Neurociências e Comportamento (SBNeC) e parte integrante da Brain Awareness Week (BAW).

Na programação norte-rio-grandense deste ano, diversas temáticas envolvidas com a Neurociência vão ser abordadas, dando destaque às mulheres neurocientistas para que elas tenham o espaço para compartilharem seus conhecimentos.

Na tarde do primeiro dia, a partir das 14h desta segunda-feira, 19, o foco será nos estudos das pesquisadoras da Faculdade de Ciências da Saúde (FACISA/UFRN). Serão quatro convidadas, Cláudia Anjos, Rarielly Dantas, Denise Cortês e Viviane Gomes, que vão falar sobre Ciclos Hormonais e Cognição; Daltonismo, Cor e Neurociência; Inteligência Artificial; e Inteligência Emocional.

De acordo com a moderadora da conversa da tarde e estudante do 10º período de Biomedicina na UFRN, Taíla Fialho, a aproximação com o público é fundamental para que a Neurociência se popularize e ajude a sociedade a entender mais sobre o que se passa com o cérebro. “Acredito que o debate de temas como esses são de fundamental importância para o momento atípico em que nos encontramos, pois, nos proporciona reflexões acercas de nós, como indivíduos, e da nossa sociedade, visto que ela é plural”, conta.

Taíla Fialho também fala sobre a necessidade de divulgar a pesquisa que está sendo desenvolvida no Rio Grande do Norte. Como bolsista de iniciação científica no Laboratório de Plasticidade em Circuitos Neurais, no Instituto do Cérebro (ICe/UFRN), ela destaca que a maior parte das pesquisas brasileiras são produzidas pelas Universidades Federais e por isso é preciso que o conhecimento seja levado para fora dos muros dos institutos.

Por sua vez, a conversa da noite desta segunda, às 18h30, será sobre saúde mental e vai receber Karina Azevedo, pesquisadora do Departamento de Psicologia da UFRN, assim como da Fernanda Palhano e Débora Hashiguchi, ambas pesquisadoras do ICe. Elas vão apresentar ao público dados sobre o índice de suícidio em estudantes universitários, os efeitos antidepressivos da ayahuasca e a influência da atividade física no sistema nervoso.

Para a mestranda em Neurociências pelo Ice e moderadora da conversa noturna, Gabriela Barbalho, é de extrema importância falar sobre saúde mental, já que doenças mentais como a depressão vem aumentando no mundo todo, incluindo no meio acadêmico. “Não é só falar sobre, mas também mostrar que existem pesquisas sendo feitas com novas substâncias e recursos como a atividade física podem ser benéficos para tal problema. Além disso, infelizmente ainda existe um certo tabu quando falamos sobre problemas mentais tais como a depressão. Então ter uma ação como a Semana do Cérebro trazendo esse tema com dados científicos concretos, acaba por ajudar a desmistificar e estimular as pessoas a falarem mais abertamente sobre o assunto, além de incentivar a busca por ajuda apropriada”, afirma. 

Após as palestras do primeiro dia, a programação da Semana do Cérebro se estende por duas semanas, até o dia 30 de outubro, incluindo a participação de pesquisadores de instituições parceiras da UFRN. Confira todas as palestras:

PROGRAMAÇÃO GERAL

Palestras

Dia 19/10

Tarde Moderadora: Taíla Fialho

14h: Cláudia Anjos (FACISA) Ciclos Hormonais e Cognição

14h30: Rarielly Dantas (FACISA) Daltonismo, Cor e Neurociência

15h: Denise Cortês (FACISA) Inteligência Artificial

15h30: Viviane Gomes (FACISA) Inteligência Emocional

Noite Moderadora: Gabriela Barbalho

18h30: Karina Azevedo (Departamento de Psicologia UFRN) O sofrimento em estudantes universitários: vamos falar sobre suicídio?

19h: Fernanda Palhano (ICe) — Os efeitos antidepressivos da ayahuasca: o que sabemos até agora

19h30: Débora Hashiguchi (ICe) A influência da atividade física no sistema nervoso e o uso de modelos animais nas neurociências.

Dia 20/10 – 18h30

Mesa-redonda: Mulheres na ciência Moderadora: Marina Ribeiro

✔Elisama Vieira (ECT)

✔Raquel Diniz (Departamento Psicologia UFRN)

✔Letícia Oliveira (Parent in science)

✔Karin Calaza (UFF)

Dia 21/10

Moderadora: Larissa Araújo

18h30: Marina Ribeiro (ICe) Grupos e coletivos no ativismo científico

19h: Daiane Golbert (ICe) O fascinante cérebro criativo

19h30: Geissy Araújo (ICe) Como a meditação pode ajudar na redução do estresse?

Dia 22/10 

Moderadora: Elis Brisa dos Santos

18h30: Bruna Landeira (ICe) Entenda por que preferimos maratonar uma série do que estudar

19h: Beatriz Thomasi (UFF) Eixo Intestino-Cérebro: uma conversa que nem todo mundo esperava

19h30: Andressa Radiske (ICe) Reconsolidação: entendendo como as memórias se modificam

Dia 23/10

Moderadora: Juliana Ávila de Souza

12h: Flávia Santos (University College Dublin) Numeracy in Childhood: Stimulation and Intervention

18h30: Maria Emília (UFRN) Interação entre processamento implícito e explícito, influências da evolução e cultura.

Dia 24/10 

16h: Discussão do documentário Picture a scientist com Marina Ribeiro (ICe) (Liberação do link para assistir o documentário 48h antes)

Ação junto ao CEEP Lourdinha Guerra 

Segunda – 26/10

14h30 – Sérgio Neuenschwander (ICe) – E se um porco falasse? Fronteiras da Neurociência

15h00 – Lucas Galdino (ICe) – Ilusões visuais

15h30 – Geissy Araújo (ICe) – Reduzindo a ansiedade através da respiração

Terça – 27/10

14h30 – Felipe Brum (ICe) – O cérebro plástico

15h00 – Eduardo Sequerra (ICe) – Quando o embrião vira uma pessoa? 

15h30 – Dráulio Araújo (ICe) – Drogas

Quarta – 28/10

14h30 – Carolina Gonzalez (Instituto Santos Dumont) – Onde e como se guardam nossas memórias?

15h00 – Claudio Queiroz (ICe) – Os limites de nossa memória: construindo curvas de lembrança e de esquecimento

Quinta – 29/10

14h30 – Daniel Takahashi (ICe) – Os animais falam?

15h00 – Raphael Bender (CEEP) – Estudar música pode te deixar mais inteligente?

15h30 – Vítor Lopes (Universidade de Oxford) – Como medimos o que o cérebro está fazendo?

Sexta – 30/10

14h30 – Heloysa Araújo (Coletivo Maria Emília) – Viés de gênero na ciência – existe cérebro feminino e masculino?

15h00 – Marina Ribeiro (ICe) – O que uma menina pode ser quando crescer?: viés de gênero na infância

15h30 – Kia Leão (ICe) – Como virar uma cientista? Escolhas e estratégias

Deixe uma resposta