Sonhos foram negativamente afetados na pandemia, diz estudo

SBT JORNALISMO

Um estudo desenvolvido por pesquisadores da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) revelou que os sonhos das pessoas durante o isolamento social provocado pela pandemia do novo coronavírus são diferentes aos de períodos anteriores. O estudo se dividiu em duas fases: uma antes e outra durante a pandemia. Participaram 67 voluntários que relataram suas experiências durante o sono e compartilharam os dados por meio de um aplicativo – o InterviewerApp – desenvolvido pelo Instituto do Cérebro (ICe) da UFRN. LEIA MAIS.

Deixe uma resposta