Instituto do Cérebro seleciona bolsista para criação de cenários 3D para jogos

O Instituto do Cérebro (ICe-UFRN) está ofertando uma vaga para iniciação científica junto ao projeto “Investigando o efeito do sono em medidas eletroencefalográficas, comportamentais e hormonais”, coordenado pelo professor Sidarta Ribeiro. Podem se candidatar alunos que tenham previsão de manter vínculo de graduação com a UFRN até pelo menos setembro de 2022. As inscrições estão abertas até o dia 27 de agosto de 2021 e é destinada a alunos dos cursos de Design, Ciência e Tecnologia, Ciências da Computação, Engenharia Elétrica, Engenharia Biomédica, Engenharia de Computação ou Tecnologia da Informação.

O trabalho consiste na preparação de ambientes virtuais 3D para um jogo que já está em desenvolvimento no laboratório, através da plataforma Unreal Engine. O bolsista também precisará ajudar a conduzir experimentos comportamentais, objetivando testar o jogo e verificar que fatores influenciam na pontuação obtida. Os ambientes devem ser construídos, em sua maior parte, utilizando os modelos disponíveis na biblioteca online da Engine. Poderá vir a ser necessária a criação de novos objetos através da ferramenta de modelagem Blender.

Para se candidatar, o interessado deve enviar e-mail para o endereço eeg@neuro.ufrn.br até o dia 27 de agosto, com link para o currículo Lattes, histórico da graduação e carta de intenção, com uma página descrevendo qual a motivação para participar do trabalho e por que deve ser selecionado. A documentação enviada será avaliada e, dentre os inscritos, alguns serão selecionados para uma segunda fase, que consistirá em uma prova prática envolvendo a criação de um ambiente na Unreal Engine. Os candidatos terão uma semana para realizar a tarefa. Os aprovados na prova prática serão chamados para uma terceira fase, que consistirá em uma entrevista realizada remotamente.

O selecionado trabalhará em conjunto com outro bolsista, que está encarregado da programação do jogo. Por isso, esta seleção vai focar mais nas habilidades criativas do que no conhecimento técnico de programação. Espera-se que o candidato seja proativo, tenha habilidade para trabalhar em equipe, busque conhecimento de forma autônoma e tenha motivação para pesquisa. 

O bolsista participará de descobertas científicas e será coautor nos artigos que forem publicados a partir destas atividades, caso tenha bom desempenho. A bolsa de Iniciação Científica, no valor de R$ 400,00, será financiada pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Em caso de dúvidas, envie mensagem para o mesmo endereço da inscrição.

Deixe um comentário