Jane Larissa de Melo Custódio

Nosso laboratório se dedica ao estudo dos mecanismos celulares e moleculares responsáveis pelo controle da proliferação e diferenciação dos progenitores neurais durante o desenvolvimento do córtex cerebral e na neurogênese adulta. Utilizando técnicas contemporâneas de biologia molecular, manipulamos a expressão gênica em progenitores neurais ou neurônios, o que nos permite avaliar o papel de diferentes proteínas e vias de sinalização na especificação neuronal e glial, assim como sobre a sobrevivência e diferenciação neuronal no cérebro em desenvolvimento e adulto após lesões traumáticas ou isquêmicas, como o infarto cerebral. Também utilizamos técnicas de transplante celular para estudarmos as origens de células-tronco no cérebro adulto e avaliar o efeito do ambiente sobre a diferenciação dos progenitores neurais. O efeito das manipulações gênicas e transplantes celulares descritos anteriormente é avaliado com o uso de diferentes técnicas, incluindo eletrofisiologia, estudos comportamentais e análises microscópicas. Entre estas, destaca-se a vídeo-microscopia em tempo intervalado, que permite o estudo de diversos fenômenos celulares em tempo real, tanto in vitro (microscopia de contraste de fase e fluorescência) quanto in situ (microscopia multifotônica).

Nosso grupo estuda como o sistema nervoso se forma. Nós estudamos fenômenos no níveis tecidual, celular e molecular que levam um grupo de células no embrião a se organizarem na complexidade do cérebro e medula espinal. Também nos interessa saber como influências ambientais podem alterar o produto final e gerar doenças.