Selecionados no Instituto Serrapilheira apresentam demandas para pesquisas

Date Published:Jan 18, 2018



Sidarta Ribeiro, diretor do ICe-UFRN, explica a importância deste momento para a ciência

Os cinco professores contemplados apresentaram demandas de recursos humanos, técnicos e administrativos necessárias para o desenvolvimento das pesquisas no primeiro ano de fomento, com foco em conquistar mais três anos de financiamento na segunda fase da seleção.

“A UFRN foi extremamente bem representada em um processo seletivo altamente competitivo, cujo resultado tem grande relevância para a universidade por se inserir nos esforços de garantir a qualidade acadêmica. Parabenizamos todos e estamos dispostos a prestar apoio para as próximas etapas”, ressaltou Daniel Diniz.

Os professores integram o grupo contemplado pela primeira chamada do Instituto Serrapilheira, recém-criada instituição privada que escolheu 65 de 1.955 propostas recebidas de 331 instituições brasileiras. A conquista garantiu financiamento de até R$ 100 mil por um ano para cada pesquisa, com a chance de estender o apoio para R$ 1 milhão na segunda seleção, realizada no final de 2018.

Para Tarciso Velho, Serrapilheira oferece oportunidade única para jovens cientistas



No total, cinco pesquisas da UFRN estão entre as 65 selecionadas na primeira chamada do Instituto Serrapilheira, propostas pelos professores Tarciso André Ferreira Velho e Diego Andrés Laplagne, ambos do Instituto do Cérebro (ICe), pelas pesquisas que envolvem respectivamente gagueira e autismo, atividade cerebral e comportamento humano; Ana Carolina Luchiari, do Departamento de Fisiologia do Centro de Biociências (CB), com o estudo que usa o peixe-zebra para avaliar os efeitos do consumo de álcool; Guilherme Ortigara Longo, do Departamento de Oceanografia do CB, pela pesquisa sobre mudanças climáticas na costa marinha brasileira; além de Raquel Brandt Giordani, do Departamento de Farmácia do Centro de Ciências da Saúde (CCS), com o estudo da identidade molecular da caatinga.

Também participaram da reunião o pró-reitor de Pesquisa da UFRN, Jorge Falcão; a pró-reitora adjunta de Pós-Graduação, Fernanda Raffin; o diretor do CB, Graco Aurélio Viana; o diretor do ICe, Sidarta Ribeiro; o chefe do Departamento de Fisiologia, Daniel Marques, e a vice-chefe do Departamento de Oceanografia e Limnologia, Maria Christina Barbosa.

UFRN teve 5 selecionados; o RN ficou em 4º lugar no País em número de aprovados





Por Marina Gadelha de ASCOM/Reitoria-UFRN/Com edição da Ascom/ICe-UFRN

Fotos: Cícero Oliveira.

Source:

Web site:


TRÊS vagas para Iniciação Científica Voluntária

Click here to more

Last entries